Conheça os riscos e benefícios do parto normal e da cesárea

Cientistas de 25 países resolveram estudar o impacto da realização de cesarianas em grávidas de gêmeos.
O esforço internacional foi motivado pelo aumento do número de cirurgias agendadas nestes casos em todo o mundo devido à crença de que há um risco maior para a mãe e os bebês quando o nascimento ocorre por parto normal.
nos Estados Unidos o índice de cesáreas saltou 50% entre 1995 e 2008, para 75% dos partos de gêmeos. O Brasil é campeão mundial de cesáreas.
O estudo analisou 2,8 mil partos ao longo de oito anos e o resultado vai contra o "imaginário médico" e as orientações passadas pela maioria dos médicos para suas pacientes.
Mito da cesárea
"A cesárea planejada não reduz o risco de morte em gravidez de gêmeos", diz o obstetra Renato Sá, vice-presidente da Associação de Ginecologia e Obstetrícia do Estado do Rio de Janeiro (Segorj), que participou da pesquisa. "Provou-se que era mito."
Não se trata do único falso motivo apontado como indicação de cesárea em consultórios Brasil afora. Obstetras relatam casos em que mulheres fizeram cesáreas desnecessárias porque "o bebê é grande ou pequeno demais", "a mãe tem bacia estreita" ou "o bebê virou de posição durante o parto".
Uma dos mitos mais frequentes na indicação de cesariana é o bebê estar com o cordão umbilical enrolado no pescoço. "O cordão é como um fio de telefone: para enforcar a criança, seria necessário muito esforço", diz Sá. "De qualquer forma, quando ela desce pelo canal vaginal, o cordão vai se desenrolando."
Casos em que a cesariana deve ser feita
Na verdade, são poucas as situações que podem ser solucionadas apenas pela cesariana, segundo os médicos consultados para esta reportagem. Uma delas é quando a placenta se desloca e bloqueia a saída do bebê, fenômeno conhecido como placenta prévia total. A força feita pela criança ao tentar nascer pode causar uma hemorragia grave e o óbito da mãe e do filho.
Outro caso é a hipertensão desenvolvida pela mulher durante gestação, a eclâmpsia.
"Se a mãe é diabética grave, também é preciso fazer cesárea", afirma Etevino Trindade, presidente da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).
Gestante com um problema de coração grave é outra em que a cirurgia deve ser feita.
Ainda estão nessa categoria grávidas portadoras do vírus HIV que tenham uma carga viral alta e imunidade baixa ou com uma lesão de herpes genital ativa no fim da gestação (a cesárea evita o contágio do bebê) e o descolamento prematuro da placenta, que gera risco de sangramento excessivo.
Riscos das cesáreas
Não se pode negar que a cesariana é um recurso valioso para salvar vidas e deve ser usada num quadro crítico. Pode ser o caso, por exemplo, de quando o cordão umbilical sai antes do bebê, durante o parto, fenômeno conhecido como prolapso. Isso corta o fluxo de sangue para a criança. A situação deve ser resolvida em minutos, caso contrário o bebê morre.
No entanto, a cesárea é em geral mais arriscada e pode trazer prejuízos para a mãe e o bebê.
Na maioria dos casos, a situação específica deve ser avaliada. "Uma cesárea também traz riscos, apesar de serem menores do que no passado", diz o obstetra Pedro Octávio Britto Pereira, professor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio). "É preciso saber qual é a forma de parto mais segura e optar por ela."
O estudo "Morte materna no século 21", publicado em 2008 no periódico American Journal of Obstetrics and Ginecology, analisou 1,46 milhão de partos e encontrou um risco de óbito dez vezes maior para a gestante em cesarianas.
Enquanto a taxa de morte em partos normais foi de 0,2 para 100 mil, no caso das cesáreas chegou a 2,2 por 100 mil.
Deve-se levar em conta que, em parte dessas cesáreas, a situação já era emergencial e mais arriscada. Mas o aumento do agendamento deste tipo de parto torna o índice preocupante. A cesárea é uma cirurgia e pode gerar hemorragia, infecções e danos a órgãos internos da gestante, sem que fosse necessário assumir o risco de ter estas complicações.
O maior número de cesáreas agendadas também coincide com o aumento de bebês prematuros, já que a idade gestacional não pode ser calculada com exatidão. Isso faz com que nascimentos ocorram muito antes do recomendado, algo associado a problemas respiratórios no bebê.
O parto normal traz benefícios para o bebê e a mãe. Durante o parto, a mãe produz os hormônios oxitocina, que estudos indicam ser capaz de proteger o recém-nascido de danos no cérebro e ajudar no amadurecimento cerebral, e prolactina, que favorece a amamentação. "O parto normal é um processo fisiológico normal. Não há por que transformar isso num procedimento cirúrgico sem necessidade", afirma Sá, do Segorj.

Fonte: Diário da Saúde

Felicidade é obtida por meio da bondade


A conquista da felicidade não é uma tarefa individualista e egoísta: a felicidade aparece junto com pessoas, não com coisas.[Imagem: University of California - Berkeley]
Felicidade e individualismo
O jeito ocidental de pensar tem levado a uma postura individualista na busca pela felicidade.
Mais do que isso, o enfoque "busque a sua felicidade" pode ser extremamente egoísta.
Isto tem levado ao que os psicólogos chamam de "paradoxo da felicidade": perseguir a felicidade como um bem a ser adquirido para si próprio torna as pessoas menos felizes.
Mas certamente há formas de ser feliz ou, pelo menos, caminhos para a felicidade.
Um deles, recomendado por líderes espirituais há milênios, acaba de ser documentado experimentalmente por Melanie Rudd e Jennifer Aaker, da Universidade de Stanford (EUA), em um estudo publicado no Journal of Experimental Social Psychology.
A solução está na bondade, ou benevolência - concentrar-se em elevar a felicidade dos outros, em vez de concentrar-se em si próprio.
Mas cuidado, porque a coisa tem que ser feita do jeito certo.
Felicidade e bondade
Os resultados dos experimentos com voluntários mostraram que os atos destinados a melhorar o bem-estar dos outros levam a uma maior felicidade para os doadores quando esses atos são associados com objetivos concretos e claramente delineados.
Assim, objetivos pró-sociais em abstrato, do tipo trabalhar para o bem de todos os seres humanos ou do planeta, não vão funcionar para sua própria felicidade.
Em vez disso, o caminho para a felicidade ressaltado pelos pesquisadores, embora se faça através da benevolência, deve ser trilhado através de metas concretas e específicas - como fazer alguém sorrir ou reciclar o próprio lixo.
A razão disso é que, quando você persegue objetivos concretamente enquadrados, suas expectativas de sucesso são mais propensas a serem cumpridas. Por outro lado, objetivos abstratos e amplos podem levá-lo para o beco escuro do paradoxo da felicidade: expectativas irreais que nunca se cumprem.
"Embora o desejo de felicidade pessoal possa ser claro, o caminho para alcançá-lo é indefinido. Uma das razões para essa rota nebulosa para a felicidade é que, embora as pessoas frequentemente pensem que sabem o que as pode levar à felicidade, suas previsões sobre o que irá torná-las felizes são muitas vezes imprecisas," disse Aaker.
Já a benevolência encaminhada por meio de objetivos pró-sociais concretos permite ter expectativas mais bem calibradas, aumentando a felicidade pessoal, concluem os pesquisadores.
Na verdade, isso pode aumentar a felicidade geral, já que outros estudos demonstraram que os atos de bondade espalham-se pela sociedade.
Fonte: Diário da Saúde

Juazeiro sediará II Encontro de Blogueiros do Cariri

Promovido pelo Blog do Juazeiro em parceria com o Núcleo de Estudos em Empreendimentos Criativos e Culturais (NEC) será realizado no dia 09 de maio de 2014 no Teatro do Centro Cultural Banco do Nordeste na cidade de Juazeiro do Norte o II Encontro de Blogueiros do Cariri.  O I Encontro de Blogueiros do Cariri foi realizado na cidade de Altaneira no último dia 26 de janeiro, com uma pequena participação de blogueiros locais.

Em nota compartilhada na rede social Facebook o comunicador Beto Fernandes, organizador do Encontro, explicou que um dos objetivos do evento é a troca de experiência entre os blogueiros, o fortalecimento da mídia alternativa e a melhor formação técnica dos administradores dos blogs.
No II encontro será abordados quatro temas básicos:
1) Marco Civil da Internet com palestra do deputado federal José Guimarães; 
2) Neutralidade na Rede e Questões jurídicas com o presidente da OAB, Secção Juazeiro do Norte, Clauver Barreto; 
3) A Blogosfera e os Movimentos Sociais com o presidente do Instituto Ananduá, professor Francisco Filho;
4) Lei de Acesso à Informação: o que o blogueiro tem a ver com isso? com o jornalista e mestre em Comunicação Pública e Sociedade, Alberto Perdigão.
Serão realizadas homenageadas a blogueiros e instituições que ajudam no processo de divulgação de Juazeiro do Norte como in memorian a Thiago Aguiar, que foi editor do Blog Veja Juazeiro; Demotieux Fernandes, editor do Jornal Folha da Manhã, Dihelson Mendonça, editor do Blog do Crato, Normando Sóracles, editor do site Miséria, Daniel Walker, editor do Blog Portal do Juazeiro, Claudio Luz, vereador e policial federal e aos palestrantes.
Beto Fernandes lembra ainda que o número máximo de participantes será de 150 pessoas devendo a inscrição ser efetuada em breve através do Blog do Juazeiro, que está passando por mudança para capitanear todo o evento no entanto, os dados dos interessados podem ser repassados através dos correios eletrônicos: betocomunicador@gmail.com e blogdojuazeiro@gmail.com. No momento do acesso ao local do evento o participante deve entregar dois quilos de gêneros alimentícios que posteriormente serão doados para ações com a comunidade surda carente no Instituto Transformar.
Dentre os apoiadores e incentivadores do II Encontro de Blogueiros do Cariri está o sistema Verde Vale de Comunicação, o Instituto Agropolos, o Banco do Nordeste, o CCBNB Cariri e as empresas Auranet, Brisanet e Tecnolity.
Fonte: Blog de Altaneira

Projeto “Comida de Rua” capacita microempreendedores

O projeto capacitará microempreendedores individuais que trabalham com comércio de alimentos. (FOTO: REPRODUÇÃO/GARCOMMENU)
O projeto capacitará microempreendedores individuais que trabalham com comércio de alimentos. (FOTO: REPRODUÇÃO/GARCOMMENU)
O projeto “Comida de Rua” foi lançado nesta quarta-feira (23) com o objetivo de capacitar microempreendedores individuais que trabalham com comércio de alimentos.
Francisco José, gerente do programa, explica como será essa capacitação. “Será a respeito das boas práticas na manipulação de alimentos, conceitos e aproveitamento racional,  e uma parte de gestão, dividido em a alimentação/nutrição e negócios, preparando -os para eventos de pequeno e grande porte”. As inscrições estão abertas e os interessados devem procurar a Secretaria Regional do Bairro ou a sede da SDE, localizada na Av. Aguanambi, nº 770, portando o registro de microempreendedor individual do segmento de alimentos.
Confira mais informações na matéria de Elon Nepomuceno, da Tribuna BandNews:

Fonte: Tribuna do Ceará

Dilma diz que regulamentação do marco civil será discutida com a sociedade

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (24) que a regulamentação do Marco Civil da Internet será discutida com a sociedade e reafirmou que a nova lei está na vanguarda da regulamentação internacional sobre a rede. De acordo com ele, a nova legislação vai proteger direitos dos usuários à privacidade e à liberdade de expressão. A Lei 12.965, que institui o Marco Civil da Internet, foi publicada na edição desta quinta-feira do Diário Oficial da União.
Dilma respondeu a perguntas de internautas pelo Facebook, em um evento online batizado de Face to Face com Dilma (#FaceToFaceDilma), na página do Palácio do Planalto na rede social. O chat recebeu mais de 1,2 mil perguntas e comentários, cerca de 900 curtidas e foi compartilhado por mais de 850 usuários do Facebook. Foi a primeira vez que a presidenta participou de atividade desse tipo nessa rede social.
Dilma manda saudação para internautas
Dilma mandou um high five para os internautas, durante bate-papo que discutiu o Marco Civil da InternetRoberto Stuckert Filho/PR
Ao responder uma pergunta sobre o armazenamento de dados, previsto no marco civil, Dilma disse que o mecanismo não põe em risco a liberdade individual nem a privacidade, porque o acesso será restrito e condicionado à decisão judicial, e que tudo estará regulamentado por decreto.
“O armazenamento de dados não afeta a liberdade individual porque é vedado às empresas e aos governos a violação da privacidade de dados, seja no que se refere a pessoas, no que se refere às empresas, e ao governo. Haverá um decreto regulamentando essa lei. Ele será discutido amplamente pela internet e com toda a sociedade, para que nós possamos aprimorar cada vez mais esse dispositivo que assegura a privacidade, coibindo eventuais abusos”. A presidenta acrescentou que a regulamentação será discutida com a sociedade.
Dilma também comentou a necessidade de decisão judicial para determinar a retirada de qualquer conteúdo da rede, mas ressaltou que haverá exceção para casos de exposição de cenas privadas de sexo ou nudez. “As únicas exceções no marco civil, no que se refere a exigência de medidas judiciais para retirada de conteúdo, são materiais com cena de nudez ou ato sexual de caráter privado. O intuito é o de proteção, em especial de mulheres, com privacidade violada pelos parceiros”, ponderou.
Em resposta a outro internauta, Dilma voltou a criticar as atividades de espionagem e monitoramento de dados feitas pelo governo dos Estados Unidos e descobertas em 2013, e defendeu o Marco Civil da Internet como um modelo de governança mundial para a rede, com caráter multissetorial e sem controle de nenhum país ou governo.
“Os direitos que as pessoas têm offline devem também ser protegidos online. A NETMundial [evento aberto ontem pela presidenta], que ocorre agora em São Paulo, vem impulsionar esse esforço, e mostra como o mundo quer, defende e luta por mudanças na situação vigente e pelo fortalecimento da liberdade de expressão e da privacidade na internet. Por isso, acreditamos que nenhum país tem o direito, sob quaisquer alegações, de espionar pessoas, empresas e outros países”, defendeu.
A presidenta negou que a nova legislação brasileira tenha o objetivo de estabelecer qualquer tipo de censura a conteúdos da rede e disse que críticas nesse sentido têm a ver com “o conservadorismo das pessoas”. Perguntada por um usuário sobre a retirada do ar de sites que fazem denúncias de corrupção no governo, Dilma garantiu que o marco civil não prevê nenhum tipo de intervenção.
“Nós devemos combater a corrupção no país por todos os métodos, inclusive por meio da internet, e o marco civil, agora aprovado, garante que não há a possibilidade de censura de conteúdo de nenhuma forma. E muito menos no caso de páginas na internet que protestam contra a corrupção. Pelo contrário. Todos aqueles que o fazem terão seu direito à livre expressão [garantido] e podem contar com a minha parceria”, respondeu.
Também em resposta a internautas, Dilma disse que o governo não pretende editar nenhuma legislação fora do marco civil para regulamentar a necessidade de as empresas manterem em território nacional estrutura de armazenamento de dados, os chamados data centers (centros de dados). A previsão estava na proposta original do governo, mas foi derrubada na votação do texto na Câmara dos Deputados.
“O governo não irá insistir em outra legislação para implantar data centers no país. Consideramos superado esse debate pelo Parágrafo 3º do Artigo 11, justamente a obrigação para os provedores de conexão e aplicação de cumprir a legislação brasileira, referente à coleta, guarda, armazenamento ou tratamento de dados”, avaliou.
O dispositivo citado pela presidenta diz, na íntegra, que “os provedores de conexão e de aplicações de internet deverão prestar, na forma da regulamentação, informações que permitam a verificação quanto ao cumprimento da legislação brasileira referente à coleta, à guarda, ao armazenamento ou ao tratamento de dados, bem como quanto ao respeito à privacidade e ao sigilo de comunicações”.
No bate-papo, Dilma também falou sobre a melhoria nos serviços de internet com a entrada em vigor da nova lei e de projetos do governo para ampliar o acesso à banda larga. A presidenta também respondeu a saudações e elogios de usuários e, em resposta a um deles, publicou uma foto com um cumprimento conhecido como high five – quando duas pessoas tocam as mãos no alto.

Fonte: Agência do Brasil

Operação Cerco do Leão combate fraudes em declaração do Imposto de Renda

A Receita Federal, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal executam hoje (24), em Niquelândia, Goiás, a Operação Cerco do Leão. O objetivo é combater esquema de fraudes em Declarações do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF).
Foram cumpridos cinco mandados judiciais de busca e apreensão em residências e escritórios de contabilidade; e três mandados de condução coercitiva. Participam da operação 11 servidores da Receita, 22 policiais federais e um servidor do Ministério Público Federal. A Receita Federal estima que R$ 6 milhões possam ter sido deduzidos indevidamente nas declarações de renda.
Segundo a Receita, a operação decorre de apuração em que foram comparados os rendimentos declarados por profissionais de saúde de Goiás e pagamentos a eles efetuados pelos pacientes. As discrepâncias encontradas levaram a crer que, ou os profissionais de saúde estariam ocultando o valor real recebido dos pacientes, ou estes estariam informando despesas que, de fato, não existiram. Em qualquer caso, os indícios são característicos de fraude para distorcer resultados na apuração do imposto.
A investigação conseguiu identificar que um mesmo grupo de profissionais de saúde era beneficiário de pagamentos em uma quantidade incomum de declarações. Identificou ainda que essas declarações foram elaboradas a partir de determinados escritórios de contabilidade que podem estar envolvidos com as irregularidades.
Os contribuintes que estariam se beneficiando das fraudes são predominantemente trabalhadores da iniciativa privada e servidores municipais. Com a realização das buscas, a Receita Federal pretende ampliar o universo desses contribuintes e colher provas contra os mentores das fraudes.
A Operação Cerco do Leão faz parte de uma série de ações semelhantes que a Receita Federal realiza em todo território nacional este ano. Os contribuintes envolvidos serão intimados pela Receita e, caso não comprovem as informações prestadas, além do imposto devido, poderá ser cobrada multa de até 150% do valor sonegado. Estarão sujeitos ainda às sanções penais previstas para os crimes contra a ordem tributária.
O Delegado da Receita Federal, Hiroshimi Nakao, concede entrevista às 15h de hoje no auditório da Delegacia da Receita Federal em Anápolis, sobre a operação.
  Fonte: Agência do Brasil